top of page

15 conselhos para pais com filhos dependentes de drogas

A Comunidade Terapêutica Maxwell traça um roteiro com 15 conselhos práticos para ajudar os pais que possuem filhos dependentes de drogas a conduzir esta difícil situação.


1. Evite a ociosidade

Esteja alerta para o abandono da escola ou trabalho. É importante estimular constantemente o jovem para que ele tenha ocupações, responsabilidades, envolva-se com estudos, esportes, cultura e trabalho.

2. Dialogue

Privilegie o diálogo. Os pais devem estar interessados em compartilhar as dificuldades e anseios de seus filhos, mostrando-se solidários na resolução de seus conflitos, discutindo, trocando experiências, alertando e, principalmente, sabendo ouvir.

3. Seja franco

Use e abuse da franqueza. É fundamental que os pais possam se posicionar com franqueza e segurança diante do filho, exigindo dele a mesma base de relacionamento. Atitudes policialescas tais como procurar pistas, escutar suas conversas com amigos, cheirar suas roupas, mandar segui-lo, só tendem a aumentar a desconfiança e afasta-lo ainda mais. Se algo está preocupando os pais em relação ao filho, por que não discutir diretamente com o interessado?

4. Mantenha a coerência

Manter a coerência entre as mensagens que pai e mãe transmitem ao filho torna-se um fator muito importante. Ambos devem estar a par do problema e discutir as condutas a serem tomadas (muitas vezes a mãe esconde do pai os fatos, só deixando que ele saiba quando as coisas já foram longe demais). Uma vez tomada a decisão, esta deve ser levada ao filho de uma forma única pelo casal para evitar informações contraditórias e ambíguas, o que termina por enfraquecer os pais diante do filho.

5. Estimule autoconfiança

Saiba valorizar as aquisições culturais, intelectuais, físicas, afetivas, financeiras do jovem para que este se sinta confiante e capaz de galgar novos caminhos na preparação para uma vida adulta.

6. Busque amadurecimento

Buscar o amadurecimento do jovem faz com que este assuma responsabilidades e delas possa se desincumbir, tome decisões e possa arcar com suas conseqüências, faça suas escolhas e assuma as perdas que delas decorrem, organize-se para conquistar gradativamente seus objetivos e consiga manter os compromissos assumidos.

7. Permita que lute

Não tire do jovem a possibilidade de lutar para realizar conquistas tais como a compra de um carro ou moto, a obtenção de dinheiro, a realização de viagens, etc.

8. Procure ajuda

Procure auxílio de profissionais competentes caso os pais não estejam conseguindo liderança junto ao filho para evitar que o contato inicial com a droga se transforme em dependência de forma crônica.

9. Seja sincero

Responder com sinceridade à pergunta: A família não está precisando ser tratada também?


10. Procure Entender

Entenda que cada pessoa é o que viveu e o que temos de bom e ruim aprendemos com nossos pais. A formação da personalidade vem do que foi introjetado ao longo da vida desde o nascimento. A personalidade é a soma do caráter e temperamento que formam o biotipo de cada um. A grande maioria dos nossos pacientes possui ego fragmentado e pouco estruturado.

11. Saiba dizer não

Diga não, repreenda e dê limites quando isto se fizer necessário, não deixando, porém, de demonstrar interesse na felicidade e bem-estar do jovem.

12. Não espere

Não esperar que o problema se agrave para tomar alguma providência.

13. Interne

Desmistifique a internação não fazendo dela um bicho de sete cabeças e muito menos um castigo (a atitude dos pais de “ameaçar” com a internação é muito comum). Ela não pode ser vista desta forma como também não deve ser tida como “um mal necessário”. Quando houver a indicação de internar o dependente de droga (e isto só o médico que acompanha o caso tem condições de avaliar), ela deve ser encarada de modo realista e positivo. Com a internação pretende-se:

a) Afastar aquela pessoa do seu ambiente habitual que favorece toda uma problemática;

b) Dar condições, durante este afastamento, dela reformular suas condições internas e, fortalecida, voltar para a vida normal.

14. Saiba como combater

Saiba que é possível combater a dependência de drogas, durante a internação, sem medicações fortes e tratamento de choques. Que uma vida ativa e saudável (com muito esporte), com companheirismo e um acompanhamento psicoterápico, é o caminho certo para superar a dependência de drogas.

15. Substitua expectativas

Substitua a expectativa de cura pela expectativa de amadurecimento e fortalecimento da personalidade do jovem. É através deste processo que ele chegará ao ponto de abandonar sua dependência. De nada adianta combater apenas a droga pela droga.

4.353 visualizações

3 Comments


Simone Arteira
Simone Arteira
Jul 04

Eu também estou passando pelo mesmo problema com meu filho fez 15 anos agora, conversamos e ele só ver benefícios em usar droga não sei o que fazer.

Like

Estefan Bruce Souza Rodrigues
Estefan Bruce Souza Rodrigues
Feb 12

gostei do texto, muito obrigado, estou passando por uns problemas com meu filho, ele só tem 14 anos

Like
Drika Grasseschi
Drika Grasseschi
Jun 10
Replying to

O meu tb… internado 😭 ele tem 15 anos

Like
bottom of page